Curso de Mixagem com Tony Maserati

mercado fonográfico estúdios
Sobre a experiência musical de viver em Londres
8 de agosto de 2016
Show all

Seminário de Mixagem

14 de junho de 2017. Depois de nove meses de espera, finalmente chegou o dia que eu tanto esperava. Sim: da inscrição para o programa Mix with the Masters em novembro de 2016, passando pela seleção até chegar o dia D, foi uma gestação completa.

Fui um dos 14 selecionados para o seminário, que teve duração de uma semana e foi ministrado por ninguém menos que Tony Maserati. E lá fui eu, minha gana de aprender e meu caderno de anotações até o sul da França (em Saint-Remy pra ser mais exato) pra participar do prestigiado Mix With The Masters, que acontece nos Studios La Fabrique.

Se você já ouviu James Blunt, Alicia Keys, Selena Gomez, Lady Gaga, Beyonce, Cher, Ariana Grande, Jason Mraz, Black Eyed Peas, Pink, Shawn Mendes, Whitney Houston, Britney Spears, Mariah Carey, Ricky Martin e John Legend, então pode dizer que conhece o trabalho de Maserati. Antes de ir para o curso, pesquisei muito sobre o trabalho de Tony e meu principal objetivo era entender como ele conseguia chegar em um som com tanta profundidade, efeitos incríveis nas vozes e  instrumentos, uma equalização suave entre tantas outras coisas; resumindo, como ele chegava em um som tão bonito?

Tony ficou muito conhecido no mercado mundial por ter ajudado a definir o som do hip-hop e R&B de Nova York através de suas mixagens; ele foi um dos primeiros a colocar baixas frequências (graves) “sem medo” e com definição e ao mesmo tempo colocar altas frequências (agudos) macias e aveludadas. Tony Maserati também ficou muito conhecido no meio do áudio por ser o primeiro engenheiro de áudio a ter uma linha signature da marca Waves e hoje é porta voz de marcas como Chandler Limited, SoundToys, RetroInstruments, Softube, Sonnox e Universal Audio.

Beyoncé – All Night mixado por Tony Maserati

 

Jason Mraz – 93 Million Miles mixado por Tony Maserati

The Black Eyed Peas – Let’s Get It Started mixado por Tony Maserati

Shawn Mendes – Mercy

 

 

Playlist dos trabalhos de Tony Maserati no Spotify

 

O curso teve duração de uma semana, em sistema de internato, com uma programação de aproximadamente 12 horas por dia. O estúdio onde acontece o curso é uma antiga fábrica com uma robusta estrutura. Além do estúdio, no La Fabrique ficam as mais de 20 suítes onde os participantes dormem, refeitório, salas, cozinha, piscina e uma enorme área verde. Dividi este espaço com gente de várias partes do globo: 2 colombianos, 1 mexicano, 1 americano, 1 canadense, 2 franceses, 1 Italiano, 1 holandesa, 1 finlandês, 1 dinamarquês, 1 alemão e 1 tailandês.

Studio La Fabrique

Antes do iniciado curso, eu havia rabiscado 14 perguntas que gostaria de fazer para o Tony durante a semana, e fiquei pasmo quando ao fim do primeiro dia, ele já tinha respondido todas! E isso sem eu ter feito uma pergunta sequer.

A primeira atividade prática do curso foi ir até a sala da foto abaixo e ouvir ela, entender como a sala soa e que tipo de sonoridade ela dá para um instrumento ou voz. Após essa analise, voltei para sala técnica, sentei de costas para o Tony e o computador e de frente para os outros participantes. A tarefa então era recriar o som da sala usando um reverb e qualquer outro equipamento disponível. Eu acabei usando um reverb, equalizador e uma distorção. Foi uma experiência sensacional.

Um pré-requisito para o programa era levar uma sessão de Pro Tools com uma mixagem realizada; durante o curso, todos ouvíamos e fazíamos comentários sobre a música de cada participante. O mais interessante foi que ao final da audição de cada música, a pessoa que levou a mixagem tinha que explicar a letra da música e os participantes tinham que dizer se a mixagem representava o que a letra falava; essa foi uma das dezenas de coisas que fizeram eu entender a música de uma maneira diferente.

A cada dia, um novo assunto referente a mixagem era tratado com muita profundidade e tivemos a oportunidade de entender:

  • qual a metodologia usada em uma mixagem
  • maneira de enxergar e entender a música
  • mixagem híbrida
  • trabalho colaborativo na produção musical
  • o que realmente é importante para uma mixagem de alto padrão
  • quão importante é a sala de mixagem na mixagem
  • como escolher os melhores efeitos para sua música
  • quais são as diferenças entre um técnico e um engenheiro de mixagem
  • tendências de mercado

Tony é muito apaixonado pelo trabalho e ao mesmo tempo “agressivo” em suas decisões relacionadas a mixagem. Nenhum questionamento ou dúvidas dos participantes eram respondidas de maneira superficial, ele ia a fundo nas respostas e rebatia nossas dúvidas com mais perguntas. Pudemos ouvir alguns de seus trabalhos para Alicia Keys, Jason Mraz e Joseph Angels, e entender para qual caminho Tony escolheu levar cada música na mixagem, o que ele buscou e porque buscou aquela sonoridade. Foram 7 dias intensos, desafiadores, incríveis.

Dia 20 de junho de 2017. Com muitas experiência trocadas e novas técnicas na bagagem, retornei ao Brasil renovado e pronto para alcançar outros níveis nos trabalhos do estúdio.

Nico

 

Nós somos o Nico’s Studio. Somos o maior estúdio de Curitiba, e oferecemos serviços de ponta para todos os estilos musicais. Peça seu orçamento aqui .

 

8 Comentários

  1. Parabéns mestre!!!! Grande passo para você e para o estúdio! Agora só grande produção!

  2. Que experiência incrível Vinicius! Realmente uma boa mixagem requer muito cuidado na hora de realiza-la. Conhecimento e bom senso nessa etapa são fundamentais, pois entender o que a música precisa é tudo, sem falar da estrutura do lugar onde será feita a mix, equipamentos e etc. Muito bom meu caro. Sucesso ao Nicos Studio.

  3. Nico disse:

    Com certeza Tuto, escolhemos um trabalho onde tudo e todos tem muita importância, isso é um desafio! Vamos pra cima!!!!!

  4. Nico disse:

    Obrigado Rodrigo, nos vemos me breve!

  5. Eli disse:

    O Tony é sem duvida, um dos engenheiros mais expressivos que temos. Uma experiência dessas deve ter sido algo incrível, tenho certeza que mudou mais ainda sua forma de pensar!! Fico feliz mesmo por você, Vini! Sucesso sempre, ainda mais nessa fase nova!

  6. Nico disse:

    Eli obrigado pela mensagem, trocar informação no nosso mercado é tão importante quanto fazer boa música.

  7. Matheus Duarte disse:

    Cara, que experiência fantástica! Pra abrir a cabeça, com certeza!
    Mais legal ainda é ter essa nova bagagem pra aplicar nos novos trabalhos! Vou aguardar a linha “Nico” da Waves.
    Grande abraço!

  8. Nico disse:

    Grande Matheus, você faz falta aqui no estúdio! Foi uma experiência surpreendente em todos os sentidos. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *